Arquivo da categoria: Cultura e informações

Escola de Chá Embahú

Sempre passo pelo blog Chá, Arte e Vida para ler os artigos sobre chá. Na última visita, eu fui procurar um post sobre o chá Yamabuki Nadeshiko, um chá preto produzido no Japão com um processo de fermentação especial.

Nessa visita, fiquei sabendo de uma novidade agradável: a autora do blog, Yuri Hayashi, formalizou seu ofício de ensinar sobre o chá com a Escola de Chá Embahú. Ela fica em São Bento de Sapucaí, interior paulista e oferece o Curso essencial de chás, palestras, atendimento para empresas e palestras.

Site da Escola de Chá Embahú: http://escoladecha.com.br/

[Promoção] Vale-presente de U$ 6 na Teavivre

A Teavivre está distribuindo vale-presente de U$6 como parte de uma ação promocional para promover seus chás da colheita de primavera. Há também um sorteio de amostras de chá e preços especiais dos tipos de chá selecionados.

Mais detalhes no link abaixo:
http://www.teavivre.com/spring-tea/?utm_source=MadMimi&utm_medium=email&utm_content=%28firstname%2Cfallback%3DCustomer%29%2C++2015+spring+tea+is+ready%21+Let%E2%80%99s+brew%21&utm_campaign=20150416_m125350448_2015+Spring+Tea+150416&utm_term=win_spring_tea1_mail_jpg

Revistas sobre chá no ISSUU.com

[Atualizado em 01/04/2016]
Recentemente descobri o ISSUU.com, uma plataforma de publicação digital para revistas, catálogos, etc. Ele tem muitas revistas interessantes, inclusive sobre chá.

Fiz um apanhado das publicações sobre chá que achei interessante – “Stack” é como chamam isso no site. Nele, estão revistas que falam exclusivamente sobre chá, alguns sobre café e chá, revistas de gastronomia com algum artigo abordando chá como um dos temas da edição e uns livros sobre chá. Infelizmente, não há publicações em português neste meu stack – mas há em inglês, chinês, francês, japonês, espanhol e italiano. Talvez algum dia eu encontre alguma revista sobre chá em português e adicione nesse stack.

Segue o link para o stack:
http://issuu.com/ayumianraku/stacks/9978cb5239994bb3911f5ba783fbe83e

Um pouco da história do chá de Taiwan

Há alguns países e  regiões produtoras de chá que mudaram de nome desde que começaram a produzir chás. Provavelmente, o mais notável deles é o Sri Lanka, que era conhecido como Ceilão e até hoje, o chá produzido lá é conhecido pelo mesmo nome.

Antes conhecido como Formosa, Taiwan é um país insular localizado a leste da China continental. Diferentemente da situação na Sri Lanka, os chás Taiwaneses não são mais vendidos como sendo e Formosa. Muitos dos chás produzidos em Taiwan estão entre as varieadades de chás oolong mais conceituadas.

Ao escrever um artigo sobre chá no começo do século 20 entitulado The Tea Industry of Formosa (A indústria do chá em Formosa), o jornalista Herbert Compton afirmou que ali havia uma perspectiva de um futuro brilhante para essa indústria.  Ele também observou que Formosa, como ainda era chamado, era “o lugar mais agradável para a abitação humana”.

Compton relata que de acordo com alguns contos, plantas de chás selvagens eramditas como nativas de Formosa mas sugere que seja mais provável que a planta tenha sido trazida a vizinha China. Historiadores do chá Victor Mair e Erling Hoh não vão  especificamente para quando e como o chá chegou em Taiwan mas aparentemente há registros dessa planta estar sendo cultivada já em 1701.

Em 1861, de acordo com um relatório do governo britânico, uma quantidade considerável de chá era enviada de Formosa para a terra onde se originou o chá – China – mas a produção de chá ainda era, aparentemente, uma indústria minoritária. Compton credita Englishman John Dodd por ter feito muito pela expnasão da indústria do chá nos anos que se seguiram.

Por meio século a partir de 1895, Formosa foi uma colônia do Japão e  ambas as fonts concordam que durante essa época realmente começou a dar certo. O que não é de se surpreender, dado o longo relacionamento com o chá. Claro, o Japão é mais conhecido por produzir chá verde e, mesmo sendo interessante falar sobre o como essa colônia veio a se tornar um importante produtor de chá oolong, essa será uma questão que terá que esperar um outro dia.

Adaptado de Some history of tea in Taiwan, Online Stores, Inc., and The English Tea Store Blog :
[http://blog.englishteastore.com/2014/10/23/some-history-of-tea-in-taiwan/#comment-111260]

Componente do chá verde bloqueia infecção pelo vírus da Ebola

Pesquisas do exército dos EUA sugerem que a epigalocatequina galato (EGCG), um dos componentes do chá verde, pode prevenir a infecção pelo vírus da Ebola. Os pesquisadores mostraram que uma proteína chave é essencial para que a infecção pelo vírus da ebora ocorra, usando o inibidor EGCG para bloqueá-lo.

green tea
“green tea”, de craig Cloutier.

O estudo foi publicado no periódico Antiviral Research.

Artigo:
http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0166354214002034

Matéria original:
http://www.digitaljournal.com/life/health/green-tea-compound-blocks-ebola-virus-infection/article/410240